Gentileza e Solidariedade

Gentileza e Solidariedade

As pessoas a tendência é de serem mais egoístas dia após dia.   Agora elas  perderam a essência da solidariedade global.    Devido a correria do dia a dia nas grandes cidades, nós seres humanos tendemos a estar mais reclusos  ou tendo aquele ciclo de amizade que as vezes não vai muito para frente ou elas preferem morar isoladas em uma comunidade.    Elas tendem a ter seu próprio grupo e ficar nesse grupo quase que isoladas do mundo.   Do ponto de vista delas, isso é bom.   Mas, por outro lado, é muito arriscado, pois pode ter tendência a confrontação, especialmente quando pensam de forma diferente.

Apenas por uma visão diferente, raça diferente, linguagem diferente e etc, guerras já foram travadas por causa dessas diferenças.   O que precisamos agora é de tolerância e a vontade de aceitar que todos somos diferentes uns dos outros e todos procuram ser pessoas honradas, mesmo com essas diferenças e limitações humanas.

Com base no ponto de vista da religião, somos todos filhos de Deus e vindos da mesma origem. Então, por que temos que ser diferentes? O que acontecerá se todos pensarem que ele está certo e outros estão errados. Não vai criar um problema global?  Por que temos de ser agrupados por uma coisa / ou assuntos ?

Bem, parecem que as pessoas não só perderam a solidariedade, mas também perderam a alma. Seu amor baseia-se apenas no que eles gostam, não por seu coração amável.   Se continuarmos assim, mesmo, em uma casa, haverá um caos.   As crianças podem lutar com seus pais.  A esposa poderia confrontar o marido, e aí as brigas se formam e o caos toma conta da situação.

Felizmente, há pessoas que pensam de forma diferente e tentam unir todas nessas diferenças. Pensemos no mundo com  o ponto de vista global o sucesso é garantido quando um trabalho em equipe é executado.   A solidariedade gera poder e paz.   Caso contrário, todos são perdedores.  Calamidades e desastres trazem sempre as várias partes da população juntas fundindo novas forças e fé na unidade.

O desastre mostra o quão solidário o mundo é

Por mais desamparados podemos acreditar desde que o mundo é mundo , basta um desastre natural, para nos mostrar, que as pessoas ainda se importam umas com as outras.  Após um tsunami, furacão ou coisa do tipo, as pessoas se unem e ajudam umas as outras.

As ONGs da Índia: verdadeiros sinais de solidariedade

Um grande número de crianças na Índia morrem todos os anos devido à falta de tratamento médico. As ONGs trabalham com as comunidades e o governo para melhorar a saúde das crianças. O trabalho infantil é desenfreado na Índia, apesar das leis serem contra o trabalho infantil. As ONGs trabalham para expor e prevenir a exploração de crianças, especialmente em estados como Bengala Ocidental e Bihar, onde o tráfico infantil é desenfreado.                 7,1 milhões de crianças na Índia não podem ir à escola.    As ONG asseguram que todas as crianças vão à escola.   Isso livra as crianças do trabalho infantil e, ao mesmo tempo, aumenta suas chances de terem um futuro brilhante com um educação adequada.

Nos tempos de calamidades naturais, as crianças são as mais afetadas. As ONGs asseguram seu direito à sobrevivência e desenvolvimento após uma emergência. Elas também treinam crianças para resistir a situações críticas durante desastres naturais. O programa de proteção infantil administrado por algumas ONGs tem em mente os temas transversais da participação infantil, a não discriminação.  Os três grupos de crianças em que a maioria das ONGs trabalham principalmente são crianças afetadas por catástrofes e emergências, crianças afetadas pela exploração e tráfico de crianças e crianças nas piores formas de trabalho e aquelas com cuidados parentais inadequados.

Essas ONGs fazem um esforço para entender  as melhores práticas. Isso requer monitoramento de qualidade e pesquisa, estudos nos diferentes campos pertencentes a crianças. Algumas das atividades mais importantes das ONGs no aprimoramento da vida das crianças incluem a compreensão da situação das crianças vulneráveis ​​que necessitam de cuidados e proteção. Ensinar as crianças a serem resistentes e a se protegerem. Isso inclui organizações lideradas por crianças e apoio infantil a criança. Promover a reintegração das crianças na sociedade, que foram estigmatizadas devido às suas estratégias de enfrentamento na ausência de mecanismos de proteção.

Mostrando a sociedade que abordagem preventiva e a intervenção precoce são uma alternativa melhor à intervenção tardia. Desenvolvendo sistemas de proteção e cuidados baseados na comunidade. Um dos seus esforços abrange um bem-estar social mais amplo, redução da pobreza e outras estratégias nacionais de desenvolvimento, para a construção de cuidados e proteção das crianças.

Eles também se concentram em incentivar pessoas a oferecer cuidados e proteção. As ONGs defendem as reformas legais e políticas em favor dos princípios e padrões dos direitos da criança.

Conclusão

As ONGs da Índia são apenas um dos exemplos reais que nos mostram que a solidariedade ainda existe no mundo e está forte. Milhões de pessoas são ajudadas por ONGs no mundo inteiro. O mais interessante é notar que essas ONGs geralmente só existem graças a atuação de voluntários, isto é, pessoas que só querem ajudar isso é solidariedade.

Envie seu comentário